quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Coordenadorias Regionais escolhem novos titulares e ampliam presença feminina

  As Coordenadorias Regionais do Movimento Tradicionalista Gaúcho concluíram o processo de escolha dos novos titulares para a gestão de 2018. Em 25 delas houve reeleição. As regiões 14ª, 18ª, 22ª, 24ª e 28ª optaram por novos nomes.

            Com a eleição de Paula Oliva Brundt na 18ª RT, substituindo Gilberto Bittencourt Silveira, e de Luce Carmen Meyer na 24ª substituindo Dalmo Inácio Meyer, a presença feminina na liderança é ampliada, de 7 para 9, das 30 regiões. Segundo o presidente do MTG, Nairo Callegaro, trata-se de um reflexo das mudanças sociais. “A participação feminina sempre foi fundamental no tradicionalismo e é uma satisfação enorme a confirmação desses nomes nos cargos de liderança”, afirma.

            As cerimônias de posse devem acontecer nos meses de janeiro e fevereiro.

Confira os novos coordenadores:
Luiz Henrique foi reeleito Coordenador da 1ªRT
1ª RT - Luiz Henrique Lamaison
2ª RT - Ivan Fernando Botelho 
3ª RT - Ivanir Ribeiro     
4ª RT - Ilva Maria Borba Goulart              
5ª RT - Luiz Clóvis Vieira               
6ª RT - Roberto dos Santos Ferreira       
7ª RT - Gilda Galeazzi    
8ª RT - Lauri Terezinha B de Almeida     
9ª RT - Jorge Luiz Kersting Malheiros     
10ª RT - Olacides Fortes da Silveira         
11ª RT - Luiz Carlos Rigon            
12ª RT - Fabiano Vencato da Silva           
13ª RT - Luiz Sérgio Fassbinder 
14ª RT - Valnei Pereira 
15ª RT - Claudio Rogélio Correia Oliveira              
16ª RT - Flávio Luiz Menezes     
17ª RT - Evandro Martins Otero               
18ª RT - Paula Oliva Brundt        
19ª RT - Cleusa Cecilia Visioli Sotoriva    
20ª RT - Luciana Rolim  
21ª RT - Silvania Zart Valle Affonso         
22ª RT - Ricardo Glademir Haag
23ª RT - Rozimar da Silva Ferreira            
24ª RT - Luce Carmen Meyer
25ª RT - Rodrigo de Macedo Ramos       
26ª RT - Hilda Maria Heinen       
27ª RT - Everaldo Dutra
28ª RT - Rodrigo Bordignon        
29ª RT - Valdecir Rodrigues da Silva       
30ª RT - Carlos Alberto Moser

Fonte: Assessoria Imprensa MTG

Se fosse vivo ainda, Barbosa Lessa estaria completando 88 anos

Ainda acho que ele partiu muito cedo. Meu amigo Luiz Carlos Barbosa Lessa, folclorista, músico, escritor, advogado e historiador partiu naquele 11 de março de 2002, precocemente.

BARBOSA LESSA o multimídia do Sul do Brasil

             Luiz Carlos Barbosa Lessa foi um autor/artista múltiplo e inigualável, Este grande nome da cultura gaúcha nasceu em 13 de dezembro de 1929, numa chácara nas imediações da histórica vila de Piratini (capital farroupilha). Sua mãe ensinou-lhe as primeiras letras e as quatro operações, e ainda teoria musical, um pouco de piano e uma grande novidade da época: datilografia.

             Durante o curso ginasial na cidade de Pelotas (Ginásio Gonzaga), aos doze anos de idade fundou um jornalzinho escolar: "O Gonzagueano", e também criou o conjunto-mirim "Os Minuanos". Para cursar o 2º grau colegial transferiu-se para Porto Alegre, ingressando no Colégio Júlio de Castilhos. Aos dezesseis anos passou a colaborar para a revista "Província de São Pedro", e obteve seu primeiro emprego como revisor e repórter da "Revista do Globo".

            No ano seguinte participou da primeira Ronda Crioula/Semana Farroupilha e, munido de um caderno de aula para coletar assinaturas de eventuais interessados em participar da fundação do primeiro Centro de Tradições Gaúchas, o "35 CTG", no ano de 1948, e que em 2018 registrará 70 anos. Nessa agremiação pioneira ele retomou o interesse pela música regional e, na falta de repertório, foi criando suas primeiras canções, entre elas a eterna toada "Negrinha do Pastoreio".

            No ano de 1952 tornou-se bacharel pela Faculdade de Direito de Porto Alegre (UFRGS). Nesta época formou com o amigo Paixão Cortes uma abnegada dupla de pesquisadores, que de 1950 a 1952, realizou levantamentos e produziu a recriação das danças tradicionalistas. O resultado da pesquisa foi o livro "Manual de Danças Gaúchas" e o disco "Danças Gaúchas" (o terceiro LP produzido no Brasil), na voz da cantora paulista Inezita Barroso.

            Incentivou a realização do 1º Congresso Tradicionalista do Rio Grande do Sul, levado a efeito na cidade de Santa Maria, em 1954, quando apresentou e viu aprovada sua tese "O sentido e o valor do Tradicionalismo". Em 1956 montou um grupo teatral para apresentação de sua comédia musical "Não te Assusta, Zacaria!" e saiu divulgando a cultura gaúcha pelo Rio Grande a fora.

            Nesse mesmo ano, participou do III Congresso Tradicionalista, em Ijuí, onde conheceu a "prenda" Nilza Gonçalves, que lecionava em São Luiz Gonzaga mas com sua família residindo em Uruguaiana. Já então residia em São Paulo. Em 1959 veio autografar seu romance "Os Guaxos" em Porto Alegre, reencontrou Nilza, viajou a Uruguaiana e pediu a mão da moça, levando-a para a capital paulista. Da união dois filhos: Guilherme, hoje analista de sistemas em Porto Alegre, e Valéria, casada com urn norte-americano e residente no estado de New Jersey - USA.

           Lessa residiu na capital paulista até 1974, envolvido com produção de rádio, televisão, teatro e cinema, mas detendo-se, finalmente, na área de propaganda. Retornou a Porto Alegre, para trabalhar na Mercur Publicidade e depois, na CORSAN. No governo Amaral de Souza foi Secretário Estadual da Cultura, tendo então idealizado a Casa da Cultura Mário Quintana, pré-inaugurada em 1983. Aposentou-se como jornalista, em 1987.

           A partir dai adotou Camaquã onde manteve até sua morte em 11 de março de 2002, uma pequena reserva ecológica chamada Sítio da Água Grande. Com a esposa Nilza, dedicaram-se a produção artesanal de erva-mate e plantas medicinais. Recebeu o título de Cidadão Camaquense, além de ser Patrono de Honra da Casa do Poeta Camaquense -Capocam.

            Barbosa Lessa tem destacado nome na música e literatura. São dezenas de músicas gravadas (incluindo a música das danças recriadas com Paixão Cortes), num total de 62 títulos. Destaque para o clássico "Negrinho do Pastoreio", o batuque afro-riograndense "Bambaquererê", a missioneira "Balseiros do rio Uruguai", a eterna "Quando sopra o minuano - Levanta gaúcho", e o Hino Tradicionalista, gravado por Manoel Camaquã.

            Na literatura, infatigável edição de livros a álbuns, coincidentemente num mesmo total de 62 títulos. Destaque para o romance "Os Guaxos", prêmio nacional de romance 1959, da Academia Brasileira de Letras, os contos de "Rodeio dos Ventos", o ensaio indigenista "Era de Are", a novela policial "O crime é um caso de Marketing", o ensaio histórico "Rio Grande do Sul, prazer em conhecê-lo", e os quadrinhos de "Garibaldi Farroupilha". Após sua morte foi lançada a obra "Prezado Amigo Fulano", último livro escrito pelo autor.

           Em 1999, foi agraciado com o título de um dos 20 Gaúchos que marcaram o Século XX, promoção da RBS. No ano 2000 foi escolhido Patrono da 46ª Feira do Livro de Porto Alegre. Em 2005 após três anos de sua morte foi criada em Camaquã a Associação Amigos da Água Grande, entidade que visa preservar a memória deste grande multimídia do sul do Brasil.

Na imagem, a Revista Lessinha, 
lançada sábado, em Camaquã.
Catullo Fernandes

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

31º Seminário Estadual de Prendas será em janeiro

           O Movimento Tradicionalista Gaúcho realiza, no dia 13 de janeiro, o 31º Seminário Estadual de Prendas. O evento é paralelo ao 66º Congresso Tradicionalista, que será realizado em São Jerônimo de 12 a 14 de janeiro.
           O Seminário terá como tema "O protagonismo da mulher na tradição gaúcha", afirma a atual prenda estadual, Renata da Silva. Segundo ela, esta edição do Seminário foi pensada com base na adesão do MTG ao movimento da ONU #HeForShe e no constante questionamento sobre o machismo no tradicionalismo.
            A proposta é debater o protagonismo da mulher na construção da sociedade gaúcha atual, e em consequência, do Movimento Tradicionalista Gaúcho. Segundo Renata, a prenda representa a força desta construção dentro e fora dos CTGs e, mesmo que o reconhecimento seja pequeno frente ao espaço que já foi conquistado, as prendas levantam esta bandeira para refletir e agir em cima do preconceito, do pensamento e das atitudes machistas que nos cercam, para finalmente darmos voz a uma causa que afeta não só as prendas, mas todas as gaúchas.


Confira a programação:
14h: Recepção e credenciamento
14h30min: Abertura oficial do evento
15h: Roda de conversa 
Diálogos da contemporaneidade: a mulher construindo o cenário atual da sociedade
16h30min: Dinâmica com as Prendas do Rio Grande do Sul
17h: Encerramento

Fonte: Ass.Imprensa MTG

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

MTG chama entidades finalistas do Enart 2017 para reunião


         O vice-presidente artístico do Movimento Tradicionalista Gaúcho, José Roberto Fischborn, realizará no dia 16 de dezembro reunião com as entidades tradicionalistas finalistas do Enart 2017 – Encontro de Artes e Tradição.

            A reunião acontece das 14 às 16 horas, na sede do MTG (Av. Guilherme Schell, 60, Porto Alegre). Fischborn solicita a presença de um representante de cada entidade, podendo ser patrão ou responsável autorizado pelo patrão.

            O evento exige inscrição antecipada, no link https://form.jotformz.com/jrfischborn/finalistas-enart2017.

            O Enart foi realizado de 17 a 19 de novembro em Santa Cruz do Sul, em sua 32ª edição.

Fonte: Assessoria de Imprensa MTG

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

MTG publica editais de convocação para Congresso e Assembleia Eletiva

              O Movimento Tradicionalista Gaúcho publicou em seu site os editais de convocação para o 66º Congresso Tradicionalista Gaúcho e para a Assembleia Geral Eletiva. Os eventos acontecerão de 12 a 14 de janeiro em São Jerônimo.

             Segundo o edital da Assembleia Geral Eletiva do Conselho Diretor e Junta Fiscal do MTG, estão convocadas as entidades tradicionalistas a se fazerem representar por seus delegados. O credenciamento será permitido até as 12hs e o processo eleitoral ocorre entre 14hs e 17hs do dia 13 de janeiro de 2018, sábado, no Ginásio Municipal de Esportes. As chapas deverão ser encaminhadas para registro na Secretaria Geral do MTG, por requerimento de, no mínimo,  dez entidades filiadas efetivas, até oito dias antes da data e hora marcada para a Assembleia Geral Eletiva.

             Para o Congresso, tradicionalistas interessados em encaminhar proposições têm prazo até o dia 13 de dezembro.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO 

            De acordo com o que determina o artigo 28 do Estatuto do MTG combinado com o inciso XIII do artigo 175 do Regulamento Geral, convoco as Entidades Tradicionalistas filiadas ao MTG e aos congressistas definidos na Legislação Tradicionalista para o 66º CONGRESSO TRADICIONALISTA GAÚCHO, a ser realizado de 12 a 14 de janeiro de 2018, na cidade de São Jerônimo. 

Nairo Callegaro
Presidente do MTG


EDITAL DE CONVOCAÇÃO
ASSEMBLÉIA GERAL ELETIVA
                                                        
                        No uso das atribuições que me são conferidas pelo Estatuto e Regulamento
Geral do Movimento Tradicionalista Gaúcho – MTG, convoco as Entidades Tradicionalistas Efetivas, a se fazerem representar por seus delegados, para a Assembleia Geral Eletiva do Conselho Diretor e Junta Fiscal do MTG, cujo credenciamento será permitido até às 12hs e o processo eleitoral entre 14hs e 17hs do dia 13 de janeiro de 2018, sábado, no Ginásio Municipal de Esportes – Av Rio Branco, nº366 - Bairro Centro, durante o 66º Congresso Tradicionalista, na cidade de São Jerônimo
.
                        Conforme o Regulamento Geral, artigo 117, as chapas deverão ser encaminhadas para registro na Secretaria Geral do MTG, por requerimento de, no mínimo 10 (dez) entidades filiadas efetivas, até 8 (oito) dias antes da data e hora marcada para a Assembleia Geral Eletiva.

Nairo Callegaro
Presidente do MTG

Porto Alegre, 01 de dezembro de 2017

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Vem aí o 22º Contreg, em Guaíba, no CTG Darci Fagundes


Nota de Falecimento - Cel. Raul Pereira Dias

Ele começou suas atividades tradicionalistas lá no pioneiro 35  CTG, em 1982, e deu vasta contribuição ao tradicionalismo no passado e foi braço forte da 1ªRT por muitos anos. Cel Raul nos deixou.

             A 1ª Região Tradicionalista do MTG comunica e lamenta, profundamente, o falecimento do tradicionalista e Conselheiro Benemérito do MTG,  Raul Pereira Dias. Nosso profundo sentimento de pesa à Dona Lucí, e a  família nesta hora difícil.

             Muito embora porto-alegrense, desde cedo admirava os usos e costumes do povo rio-grandense. Talvez algum “gene” herdado de seu avô e de seu pai, tropeiros nos campos de Bagé (seu pai era natural de Aceguá). Quando jovem, procurou assistir algumas atividades, com alguma dificuldade, porque as mesmas eram pouco divulgadas na época. Mais tarde, seus estudos e, posteriormente, o exercício de sua atividade profissional (exercito brasileiro), o mantiveram afastados de Porto Alegre e, até mesmo do Rio Grande do Sul, por quase 15 anos.
            No MTG exerceu diversas funções e foi secretário geral em três gestões. Durante este período, além de todos os Congressos e convenções participou do conselho do MTG. Participou, ainda, da atualização do Regulamento do FEGART, em Farroupilha,e, por diversos anos, da montagem, organização e execução dessa atividade. Raul e sua esposa, dona Lucí, também foram encarregados de diversos concursos de prendas em nível de CTG, regional e estadual. Foi o criador do CONTREG, da 1ªRT.
             

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Nota de Instrução para passagem de som e palco no Enart

O Departamento de Música do MTG, juntamente do a Vice Presidência Artística, orienta, mediante por esta Nota de Instrução, a forma como se procederá a passagem de palco e de som para a final do Encontro de Artes e Tradições Gaúchas – ENART – 2017:

1. A passagem de palco dos grupos e som serão realizadas nos dias 16/11 a partir das 8:30h até às 23h30, e no dia 17/11, das 8h00min às 12h, nos Palcos das Danças A e B, para grupos de danças e musicais dos grupos de dança classificados para a final do ENART 2017, nas respectivas categorias;

2. A ordem de passagem de som respeitará a ordem do Agendamento realizado pelo site http://artistico.mtg.org.br, pelo tempo MÁXIMO DE 20 (vinte) MINUTOS; Os participantes não poderão reservar mais de um Horário, sob pena de perder o agendamento dos dois horários, ficando os mesmo liberados novamente, assim que conferido pela organização;

3. O não comparecimento no horário agendado determinará a desistência da passagem de som e de palco antecipada, o mesmo perderá a agenda, não podendo recuperar no final após as passagens ou ocupar o horário de outro faltante. Contudo, será mantido o tempo regulamentar de 05 minutos antes da apresentação da entidade a qual representam, aos que passarem o palco e o Som, o tempo de preparo para a apresentação será de 03 minutos ao invés de 05 minutos;

4. Caso não estejam presentes TODOS os integrantes do grupo musical no horário designado para a entidade, poderão os integrantes presenciais realizar a passagem de som da mesma forma, utilizando todo o tempo que lhes é permitido, porem não terão direito aos 05 minutos no dia da apresentação, terão apenas 03 minutos, que é o tempo de plugagem e ajuste técnicos de carga do perfil de configuração do grupo. O Grupo de danças que não estiver com seu musical ou no mínimo 60% do mesmo (3 componentes) não poderá realizar a passagem de palco. Sendo adiantado os demais agendamentos de horários;

5. Somente será permitido o acesso a passagem de som os músicos do grupo musical devidamente credenciados a força, conforme planilha do site do MTG como tal pela entidade a qual representam, os mesários e auxiliares da empresa de sonorização contratada e os integrantes do Movimento Tradicionalista Gaúcho responsáveis pelo acompanhamento, sendo VETADO EVENTUAIS ASSESSORAMENTOS OU PRODUTORES NÃO DESCRITOS entre estes;

6. Quando o grupo musical tocar para mais de uma entidade e OPTAR realizar a passagem de som somente uma vez, isso lhe será permitido, desde que mantenha a mesma posição na ilha de sonorização, porém os demais grupos de danças perderão o direito de passagem de palco;

7. Em caso de desrespeito as normas e cronograma aqui estabelecidos, o grupo musical e o grupo de danças, PERDERÃO O DIREITO A PASSAGEM DE SOM QUANDO VERIFICADA A IRREGULARIDADE, sem prejuízo de eventuais punições de cunho administrativo e ético;

8. O Agendamento estará disponível no endereço http://www.artistico.mtg.org.br a partir das 19h do dia 09/11;

9. Eventuais casos omissos serão resolvidos pela equipe do Departamento de Música e Vice Presidência Artística.

Porto Alegre, Novembro de 2017

MURILO ANDRADE 
DIRETOR DEPARTAMENTO MÚSICA

 JOSÉ ROBERTO FISCHBORN
 VICE PRESIDENTE ARTÍSTICO MTG

Fonte: MTG

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Grupos de danças tradicionais do Enart devem apresentar ART

             
         O Movimento Tradicionalista Gaúcho, por meio do Departamento Artístico, publicou nesta semana a Nota de Instrução 01/2017, que tem por objetivo garantir mais segurança nas apresentações de danças tradicionais do Enart – Encontro de Artes e Tradição, evento que neste ano acontece de 17 a 19 de novembro em Santa Cruz do Sul.

             Segundo o vice-presidente artístico do MTG, José Roberto Fishborn, a entidade tradicionalista que utilizar alegoria nas coreografias de entrada e saída, tanto na Força A como na Força B, deve apresentar um projeto com a planta da alegoria acompanhada de ART – Anotação de Responsabilidade Técnica assinada por engenheiro devidamente cadastrado no Crea – Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura. O documento deve informar a forma de utilização da alegoria (se haverá uso de material humano e como se fará esse uso), o material utilizado e a montagem e execução de confecção.

               O projeto deverá ser enviado para os emails juridico@mtg.org.br e zeroberto@mtg.org.br até a quinta-feira anterior ao evento, dia 16 de novembro, e os originais deverão ser entregues pessoalmente ao vice-presidente artístico até uma hora antes da apresentação do grupo, sob pena de desclassificação.

               Mais informações podem ser obtidas pelo email juridico@mtg.org.br.

MTG divulga valores dos ingressos do Enart

            O Movimento Tradicionalista Gaúcho divulgou, nesta quarta-feira, os valores dos ingressos para o Enart – Encontro de Artes e Tradição, que acontece de 17 a 19 de novembro em Santa Cruz do Sul.

             Para adultos, o ingresso por acesso é de R$ 15,00 e a pulseira permanente, para acesso sexta, sábado e domingo, R$ 40,00.

             Para crianças de 10 a 12 anos, para idosos acima de 60 anos, e para estudantes com carteirinha, o valor do ingresso por acesso é R$ 7,00 e o permanente, R$ 20,00.

             Pessoas com deficiência, concorrentes credenciados, estudantes do ensino fundamental da rede pública de Santa Cruz do Sul credenciados, doadores de sangue de Santa Cruz do Sul credenciados no Hemovida são isentos.

              O valor do estacionamento é R$ 40,00 para automóvel, R$ 100,00 para ônibus e R$ 10,00 para motocicleta. Os condutores dos veículos e acompanhantes pagarão individualmente o valor do ingresso. No caso do ônibus que acessar o parque, o motorista que tiver a carteira de identificação da empresa de transporte estará isento do pagamento do acesso, limitado a dois motoristas.

              A isenção para estudantes da rede municipal de Santa Cruz do Sul é uma ação sociocultural do Enart. 

              Para efeito de desconto para estudantes, são válidas a Carteira de Identificação Estudantil (CIE), emitida pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), pela União Nacional dos Estudantes (UNE), pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), pelas entidades estaduais e municipais filiadas àquelas, pelos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCEs) e pelos Centros e Diretórios Acadêmicos, com prazo de validade renovável a cada ano.

MTG faz homenagens durante o aniversário de 51 anos

             O Movimento Tradicionalista Gaúcho, todos os anos, presta uma homenagem e reconhecimento aos destaques das Regiões Tradicionalistas. Neste ano, a entrega da Comenda João de Barro aconteceu durante as comemorações pelos 51 anos da entidade, em solenidade realizada em Passo Fundo. Segundo o presidente do MTG, Nairo Callegaro, o trabalho abnegado dos tradicionalistas colabora para que a cultura gaúcha permaneça forte no Rio Grande do Sul e nada mais justo do que reconhecê-lo.

            Pela primeira Região Tradicionalista recebeu o Diploma João de Barro, a prenda do Rio Grande do Sul, 2013/2014, Kelly Pereira da Rocha. Foram homenageados também os CTGs que completaram 25 anos:  CTGs Bento Gonçalves da Silva, Estância do Gravatá, Rincão da Amizade e Setembrina dos Farrapos. Por 40 anos, Campo Aberto e Capão da Porteira e por completar 60 anos, o CTG Maragatos.

Um quilo de alimento não perecível para acampar no Enart

             O Enart – Encontro de Artes e Tradição será palco de mais uma iniciativa social do Movimento Tradicionalista Gaúcho. Segundo o presidente do MTG, Nairo Callegaro, nesta edição optou-se por solicitar um quilo de alimento não perecível às entidades interessadas em acampar no parque. O objetivo, segundo o vice-presidente artístico, José Roberto Fischborn, é ao final do evento beneficiar alguma entidade com destacada atuação social. O alimento deve ser entregue no momento de ingresso no Parque da Oktoberfest, em Santa Cruz do Sul, onde o evento acontecerá nos dias 17 a 19 de novembro.

             As marcações da área destinada para o acampamento serão iniciadas no dia 6 de novembro, a partir das 13h30min. O representante da entidade tradicionalista que for até Santa Cruz do Sul deve levar corda ou fita e placas com o nome da entidade.

             Recentemente, foram beneficiadas com alimentos doados pelo MTG as entidades Chimarrão da Amizade, de Canoas, e Sociedade Espírito Ramiro D'Avila, de Porto Alegre.

3ª Feira Literária da Região, Sarau Cultural da EPC e o Sarau e Sarauzinho do CTG Gildo de Freitas


LOCAL: Será no CTG Gildo de Freitas - Rua Gamal Abdel Nasser, 340 Parque dos Mayas

Programação e Mapa do ENART 2017




segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Confederação Brasileira da Tradição Gaucha divulga programação do Congresso

20° Congresso Brasileiro da Tradição Gaúcha
Sábado - 25/11/2017
CTG Charrua - Foz do Iguaçu/PR

Programação - 25/11/2017

8h: Recepção (Roda de Chimarrão e Café da Manhã)
9h: Credenciamento dos Participantes, Conselho de Vaqueanos, Conselho Diretor, Junta Fiscal, Conselho de Ética e Delegados dos MTG’s
10h: Abertura Oficial do 20º Congresso da CBTG
11h: Constituição das Mesas de Trabalhos
Leitura da Convocação do 20º Congresso Brasileiro da Tradição Gaúcha
1- Entrega das Propostas
12h: Almoço

13h30: Primeira Sessão Plenária
1- Prestação de Contas Diretoria da CBTG Biênio 16/17
2- Parecer do Conselho Fiscal
3- Apreciação pelo Plenário das Contas da CBTG Biênio 16/17
4- Entrega das Chapas Concorrentes a Eleição da CBTG

Segunda Sessão Plenária
1- Apresentações e Defesas das Propostas pelos Proponentes
2- Apreciação das Propostas pelo Plenário

Terceira Sessão Plenária
1- Escolha da Cidade Sede do Nacional 2019 (15º Fenart, 19º Rodeio Crioulo Nacional de Campeões e 9º Jogos Tradicionalistas)
2- Escolha da Cidade Sede do 21º Congresso Brasileiro da Tradição Gaúcha e 18º Concurso Nacional de Prendas e Peões (2019)
3- Eleição da Nova Diretoria da CBTG Biênio 18/19
19h: Posse da Nova Diretoria da CBTG e Conselho de Vaqueanos, Junta Fiscal e Conselho de Ética
20h30: Jantar Festivo ao 20º Congresso Brasileiro da Tradição Gaúcha

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Giruá sediará o 27º Tchêncontro da Juventude Gaúcha


            O Tchêncontro foi idealizado para ser um evento no qual a juventude tradicionalista reúne-se para debater a sua participação no movimento. Tem como ponto principal, a reunião e apresentação das Prendas Juvenis Regionais, à sociedade gaúcha. O Tchêncontro visa, ainda, à divulgação do Projeto Sarau de Prendas, ao preparo da Prenda Jovem para o ingresso no meio  tradicionalista, à confraternização entre as Regiões Tradicionalistas, ao incentivo à cultura e ao civismo no estado e à valorização da mulher no culto às tradições. 
            O evento foi criado em Passo Fundo em 1992, onde ocorreram as três primeiras edições. A partir de 1995 tornou-se itinerante. No início, na cidade da primeira prenda juvenil, depois, essa prática deixou de ser observada, sendo realizado em outros locais e com a participação do Departamento Jovem. A oficialização ocorreu por ocasião do Congresso Tradicionalista realizado em São Gabriel em 2001.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

FESTIRIM: ATUALIZAÇÃO DE REGULAMENTO

A Comissão Organizadora do evento, após reunião ocorrida no dia 11 de setembro de 2017, vem a público esclarecer e informar que o regulamento do evento, após conferido foi alterado para se submeter ao Regulamento Artístico do MTG, passando a vigorar as seguintes categorias: I -  PréMirim, até 10 (dez) anos de idade incompletos, não poderá ter 10(dez anos) anos no dia da apresentação e II - Mirim, até 14 (quatorze) anos de idade incompletos não poderá ter 14(quatoeze) anos no dia da apresentação. A modalidade Bruxinha de Pano será desenvolvida nas seguintes categorias: I -  Bonequinha: de 3(três) a 5(cinco) anos de idade incompletos, não poderá ter 5 (cinco) anos no dia da apresentação;II - Pré-Mirim, até 10 (dez) anos de idade incompletos, não poderá ter 10(dez) anos no dia da apresentação;III – Mirim, até 14 (quatorze) anos de idade incompletos não poderá ter 14(quatorze) anos no dia da apresentação e a modalidade Vaca Parada se desenvolverá nas seguintes categorias Piazinho: de 0 a 6 anos de idade, Bonequinha: de 0 a 6 anos de idade, Piazito: de 7 a 10 anos de idade, Prendinha: de 7 a 10 anos de idade, Piá: de 11 a 14
anos de idade incompletos e Prenda Mirim: de 11 a 14 anos de idade incompletos.

Informamos também que exclusivamente para Coreografias de Entrada e Retirada serão permitidos no mínimo 6(seis) pares ou 12(doze) integrantes e no máximo de 16 (dezesseis) pares ou 32 (trinta e dois) integrantes, respeitando-se a idade regulamentar.

No que tange a sorteio, fica definido o sorteio para ordem de apresentação e também que as trocas de comum acordo entre as entidades poderão e serão tão somente aceitas no dia e local do sorteio, que será dia 03/10/2017 na sede da 1ª RT.

A versão final do regulamento está disponível para download no sítio oficial da 1ª RT, www.1rtrs.com.br.

Porto Alegre, 12 de setembro de 2017.

Comissão Organizadora

SITE: http://www.1rtrs.com.br/festirim

domingo, 3 de setembro de 2017

Gildo, Roda, Tiarayu e Estância da Azenha dominam o concurso farroupilha

            Depois das apresentações de sábado, nas provas oral e artística, do concurso farroupilha do Parque da Harmonia, Acampamento de Porto Alegre, o departamento jovem da Região organizou o "Fórum da Juventude", em comemoração ao dia do Jovem tradicionalista, que comemoramos dia 5 de setembro. 




              Participaram da mesa de debates o Peão Farroupilha do Rio Grande do Sul, Jhonatã Leindecker, o 3º Guri Farroupilha, Gabriel Ferreira, Kelly Rocha, ex-3ª Prenda do RS, Renan Marques, a atual 3ª Prenda do RS, Nathália Rodrigues e o veterano Paulo Roberto de Fraga Cirne, que estará lançando seu livro, "Tradicionalismo Gaúcho organizado - 70 anos de história". Presentes, também, a 1ª Prenda do RS Renata da Silva e a 2ª Prenda, Caroline Scariot.

          Foram agraciados com os títulos do Acampamento Farroupilha da Capital...
Peão Farroupilha - Jean Carlo Martins Bastos - CTG Gildo de Freitas;
Prenda Farroupilha - Juliana Batista Rocha - CTG Rocha do Chimarrão;
Pia Farroupilha - Henrique Gheres Moraes - CTG Tiarayu;
Prenda Mirim Farroupilha - Maria Luiza Goulart Vargas - CTG Estância da Azenha

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

3º ENESPA, promovido pelos Peões Regionais, foi um sucesso

             A 3ª Edição do Encontro de estudos para patronagens, promovido e realizado pela Coordenadoria da 1ª Região Tradicionalista foi um sucesso. Sala cheia, muitos membros de patronagens, jovens(como sempre), membros da diretoria da região, todos atentos ao assunto tratado.
             O palestrante convidado para a noite foi Rogério Bastos, que já foi Peão Regional, no evento promovido pelos Peões da Região, valorizando o trabalho deles. 
            O tema escolhido foi: "A importância da boa comunicação para o desenvolvimento da cadeia produtiva da economia da cultura". A temática foi tratada, também, na 12ª RT, com o título "A essência e os números" - uma reflexão sobre a importância da comunicação dentro da cadeira produtiva da economia das tradições Gaúchas. "Acredito que temos que valorizar todo o sistema econômico que formamos ao redor do tradicionalismo e que aquece a economia do nosso estado" afirma Rogério Bastos.






quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Acampamento Farroupilha com diversas atrações - Confira

Orquestra Jovem IPDAE é atração do Acampamento Farroupilha

            Os apreciadores de música de orquestra têm um motivo especial para ir ao Acampamento Farroupilha de Porto Alegre no dia 16 de setembro. A partir das 17h30min, no palco principal, apresenta-se a Orquestra Jovem IPADAE. Com entrada franca, a iniciativa é uma promoção e realização do Movimento Tradicionalista Gaúcho com patrocínio da Philip Morris e Financiamento do Pró-Cultura RS, da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer Governo do Estado do Rio Grande do Sul.
Foto: Cláudio Etges 
 Orquestra Jovem IPDAE

            Com a coordenação artística e regência do professor e flautista Ademir Schmidt, a Orquestra Jovem IPDAE é formada por 16 alunos da Escola de Música do Instituto Popular de Arte-Educação - IPDAE, oriundos das classes de violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta transversal e fagote.
A Orquestra Jovem IPDAE apresenta uma estética sonora peculiar, pois o timbre das flautas transversais, do fagote e das cordas criam um ambiente sonoro agradável, doce e, ao mesmo tempo, demonstra uma personalidade forte e surpreendente.

            Seus concertos acontecem na Capital e Interior, em diferentes  espaços culturais, como teatros,  escolas, creches, centros culturais  e comunitários, igrejas e hospitais, incentivando o protagonismo juvenil e difundindo  a música de Orquestra. Tem em sua trajetória o CD  “Sinfonia da Lomba” como resultado do empenho e dedicação de seus integrantes.  Pela sua importante atuação no cenário cultural, já foi contemplada com vários prêmios entre os quais o “Prêmio Joaquim Felizardo” da Secretaria Municipal da Cultura da Prefeitura  de Porto Alegre,  e está entre as três orquestras gaúchas que recebeu o “Prêmio Funarte de Apoio a Orquestras Jovens” em 2015.

Sobre o instituto

            O Instituto Popular de Arte-Educação – IPDAE está Localizado na cidade de Porto Alegre, no Bairro Lomba do Pinheiro. Foi fundado em 1998 e é uma associação sem fins lucrativos. Reúne a Biblioteca Leverdógil de Freitas, a Escola de Música com diferentes grupos artísticos (Orquestra de Câmara, Orquestra Jovem, Orquestra de Flautas Transversas,  Conjunto de Violinos, o Coro Infantil e o Coro Jovem), o Museu Comunitário da Lomba do Pinheiro e o Memorial da Família Remião.  As ações desenvolvidas pelo IPDAE propõem o acesso à leitura, à música, à arte e à cultura, como instrumentos mediadores na formação do indivíduo, e é reconhecido pela comunidade.

Os Fagundes no Acampamento Farroupilha de Porto Alegre

           Um dos shows mais aguardados do Acampamento Farroupilha acontece no dia 15 de setembro. Os Fagundes estarão no palco principal, com entrada gratuita, a partir das 20h15min. A promoção e realização são do Movimento Tradicionalista Gaúcho com patrocínio da Philip Morris e Financiamento do Pró-Cultura RS, da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Os Fagundes

           O grupo Os Fagundes, com origem no interior gaúcho, foi criado pela família de músicos já consagrados no cenário musical do Rio Grande do Sul, que busca o cultivo das nossas tradições por meio da riqueza da música sulista. Em 2002 a família reuniu-se para gravação de um CD para a Galpão Crioulo Discos. O lançamento oficial do CD de estreia do grupo intitulado “Os Fagundes” ocorreu no Teatro São Pedro. Antes disso, já haviam gravado dois discos juntos – Fagundaço em 1986 e Natal Luz em 1996 – porém sem a denominação de “Os Fagundes”.

             Em 2004, o grupo lançou seu segundo álbum: Para Todas as Querências. Em julho de 2005 foi gravado o álbum Os Fagundes: ao Vivo, no Theatro São Pedro, com participações especiais de Renato Borghetti na canção "Querência", e de Teixeirinha Filho em "O Colono".

            Em 2013 gravarão o DVD Os Fagundes – Ao Vivo, no Auditório Araújo Vianna, em Porto Alegre e lançado em um grande show no Acampamento Farroupilha. O álbum registra a última apresentação de Nico Fagundes, falecido em junho de 2015, ao lado dos sobrinhos Neto, Ernesto e Paulinho, além do irmão, Bagre. No repertório, 15 clássicos do nosso cancioneiro, como Canto Alegrense e Origens, composições de Bagre e Nico, Os Cavaleiros da Paz, de Elton Saldanha, e Querência Amada e Tropeiro Velho, assinadas por Teixeirinha. O DVD conta, ainda, com a participação dos músicos Ricardo Arenhaldt na bateria, Lucas Esvael no baixo, Samuca do Acordeon, Jorginho do Trompete, além do Guri de Uruguaiana e do Grupo Andanças.

            Em suas apresentações o grupo “Os Fagundes”, liderado por Neto e Ernesto Fagundes entoa os clássicos da música nativista gaúcha, que tornaram o grupo conhecido e reconhecido além das fronteiras do Rio Grande do Sul.

Pedro Ortaça faz show de abertura do Acampamento Farroupilha

            O músico Pedro Ortaça é uma das grandes atrações do Acampamento Farroupilha deste ano. No palco central, numa promoção e realização são do Movimento Tradicionalista Gaúcho com patrocínio da Philip Morris e Financiamento do Pró-Cultura RS, da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer Governo do Estado do Rio Grande do Sul, ele se apresenta a partir das 19h30min do dia 7 de setembro, integrando a solenidade oficial de abertura do evento.

            Pedro Ortaça é músico, cantor, compositor missioneiro e nasceu no Pontão de Santa Maria, em São Luiz Gonzaga, em 29 de junho de 1942. Hoje é Mestre das Culturas Populares Brasileiras - Prêmio Humberto Maracanã - Ministério da Cultura. Tem mais de 120 músicas de sua autoria, 07 discos gravados, 12 CDS e 01 DVD o Primeiro em Alta Definição no RS. O DVD Pedro Ortaça foi gravado em São Miguel das Missões, São Borja, São Luiz Gonzaga, Santo Ângelo.

            Pedro Ortaça gravou os discos Mensagem dos sete povos; Chão Colorado; Missões, Guitarra e Herança; Apontando o Rumo; De guerreiro a Payador; Timbre de Galo; Grito da terra; e  Troncos Missioneiros, e já se apresentou, além do Brasil, também na Argentina, Paraguai e Uruguai.

Cristiano Quevedo 

            O dia 17 de setembro é especial para os fãs de Cristiano Quevedo. No palco principal do Acampamento Farroupilha, a partir das 19h30min, ele faz show com entrada franca. A promoção e realização são do Movimento Tradicionalista Gaúcho com patrocínio da Philip Morris e Financiamento do Pró-Cultura RS, da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

             Cristiano Quevedo é referência pelo trabalho musical e neste ano interpreta com Érlon Péricles a música tema dos Festejos Farroupilhas, ‘Na chama da Tradição’.

             Cristiano Quevedo é um dos mais talentosos nomes da música gaúcha. Natural de Piratini, histórica capital farroupilha, mantém a tradição de estar próximo de seu público, cantando a mais autêntica música sul-rio-grandense. Em seus 20 anos de carreira gravou 13 discos e vem conquistando uma legião de fãs no Rio Grande do Sul, demais regiões do Brasil e do mundo. Iniciou sua carreira nos festivais de música nativista, nos quais conquistou os principais prêmios do gênero no Estado.

            Seus shows caracterizam-se pela harmonia e proximidade com o público e pelas canções de seu repertório, que se encaixam perfeitamente nos momentos narrados, trazendo o que há de mais autêntico e tradicional na música gaúcha. Atuando como radialista, intérprete e cantor, já percorreu o Brasil e exterior com seu trabalho. Cristiano Quevedo já recebeu inúmeros prêmios pela valorização da cultura regional, como o Açorianos de Música, a maior premiação do meio Cultural do Estado. Em 2011 gravou o DVD Contraponto em Piratini/RS, sua cidade natal.

           Em 2015, Cristiano lançou pela Gravadora Show do Sul o trabalho “Parelha” ao lado do cantor e compositor Érlon Péricles. No repertório canções inéditas compostas por eles, além de parcerias com renomados compositores gaúchos, mesclando canções para se ouvir e dançar, afirmando a trajetória já consagrada desses dois artistas.

            Atualmente, Cristiano percorre os palcos do sul do país com um novo show, com releituras de músicas que marcaram sua história musical, além de novas canções, sempre com muita alegria e emoção, marcas de sua personalidade musical.


Quarteto Yangos 

            O Quarteto Yangos é uma das grandes atrações do Acampamento Farroupilha deste ano. O grupo se apresentará no palco principal do evento, com entrada gratuita, no dia 9 de setembro a partir das 19h. A promoção e realização são do Movimento Tradicionalista Gaúcho com patrocínio da Philip Morris e Financiamento do Pró-Cultura RS, da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer Governo do Estado do Rio Grande do Sul. 

Yangos
             No inverno de 2005 formou-se em Caxias do Sul o Yangos Quarteto Instrumental, composto pelos músicos César Casara (piano), Cristiano Klein (percussão), Rafael Scopel (acordeon) e Tomás Savaris (violão). Com o objetivo de enaltecer a música sul-americana, a Yangos explora sonoridades que transitam por milongas, chacarreras, chamamés e valsas, chegando aos clássicos tangos da música portenha.  Apresentando uma forte influência da música regional gaúcha, estabelece um hibridismo de gêneros, criando uma linguagem própria em um estilo que não vê fronteiras.

             Em 2009 o grupo lançou o CD "Tangos y Milongas", ganhando destaque e projetando-se no cenário musical sulista como representante da música instrumental regional. Em 2012 o grupo é contemplado novamente com o financiamento se seu segundo trabalho, “Às Pampas”, lançado no início do ano de 2013.


             Yangos hoje oferece espetáculos de música sul-americana, frequentemente unindo suas influências com a participação de convidados. Além dos shows "Tangos y Milongas (2009)" e "Às Pampas (2013)", realiza os espetáculos "Una Noche en Buenos Aires (2011)", peça teatral que conta com a participação de bailarinos, "Yangos Convida (2012)", atualmente em parceria com um dos maiores nomes do violão no continente, Lucio Yanel e o show Grand Tango (2013), apresentando alguns dos maiores clássicos do tango argentino.